sexta-feira, 3 de junho de 2011

As Babuchas de Abu Kasem no programa Minha Biblioteca



O livro infantojuvenil As Babuchas de Abu Kasem, escrito por mim e ilustrado por Rafael Limaverde, foi selecionado para o programa Minha Biblioteca 2011. O livro, que integra o catálogo da editora Conhecimento, do Ceará, será distribuído a alunos de escolas públicas da capital paulista. Serão adquiridos, ao todo, 5.238 exemplares.

De minha autoria, já havia sido selecionado, em 2010, o livro Contos Folclóricos Brasileiros (Paulus).

As Babuchas de Abu Kasem baseia-se num conto das Mil e Uma Noites e narras as desventuras de um avarento que tenta, de todas as formas, se livrar de um par de babuchas (chinelas) velhas.

Estas são as estrofes que abrem o livro:

Eu vou contar uma história
Para velhos e meninos,
Que chegou ao nosso tempo
Através dos peregrinos,
Dos guerreiros do Islã,
Pastores e beduínos.

O cenário deste conto
É a velha Bagdá,
A portentosa cidade
Dos seguidores de Allah.
Que o poeta em seu verso
Pra sempre celebrará...

Em Bagdá residia
O sovina Abu Kasem,
Um mercador poderoso,
Mais rico que Pedro Cem.
E em toda vida jamais
Deu uma esmola a alguém.

Nas ruas por onde andava,
Sempre escutava pilhéria,
Pois as suas vestes eram
O retrato da miséria,
Mas encarava os gracejos
Com expressão sempre séria.

As babuchas que calçava
Estavam tão remendadas,
Que, por onde ele passasse,
Escutava as caçoadas.
Mas cerrava os seus ouvidos
A todas as gargalhadas.

Babucha é uma chinela
De origem oriental.
Até Camões a descreve
Em sua obra colossal,
Mas nesse conto fantástico
Ela é o emblema do mal.

Voltemos, pois, a falar
No famoso personagem,
Rico entre os potentados,
Com sua soberba imagem,
Sem perceber que o tesouro
Não passa duma miragem.

(...)




Veja ficha do livro no site da Livraria Cultura.

Nenhum comentário: