domingo, 15 de dezembro de 2013

Literatura de cordel em Ituiutaba (MG)


Nos dias 6 e 7 de dezembro, participei, a convite do professor Sauloéber Souza, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), campus de Ituiutaba (MG), do projeto Educação escolar e migração no Pontal Mineiro. Ministrei uma oficina e proferi uma palestra no encerramento do projeto. As atividades tiveram início dia 2 e envolveu a comunidade escolar do município em torno do tema.  Dia 6 foram lançados os livros Literatura de cordel: do sertão à sala de aula (Paulus), de minha autoria, e Cinema e Ensino de História da Educação, organizado por Sauloéber Souza, Betânia L.Ribeiro e Carlos Henrique Carvalho. 

O melhor de tudo foi constatar que há tantos projetos bacanas, com vistas à inclusão escolar e social, espalhados pelo Brasil. E, para mim, que pratico o cordel, que a professora Vilma Quintela, chama de "literatura da diáspora", baiano radicado em São Paulo, foi uma honra fazer parte do projeto e conhecer as experiências e pesquisas desenvolvidas em torno do tema.


Apresentado pelo professor Sauloéber Souza.
Paula, Lúcia, Sauloéber, Marco Haurélio e Talita.

3 comentários:

Layra Sarmento disse...

Maravilhoso!!!

Adorei tudo!!!

Layra Sarmento disse...

ADORAMOS A VISITA!

As portas da Universidade Federal de Uberlândia está sempre aberta para você amigo Marco Haurélio.

Forte abraço.

Fernando Henrique - Pedagogo disse...

Agradeci tamo nois
por tu té aqui ter estado
cada minuto foi bem especial
nada melhor que um recado
de alguém que tava lá
vendo vc dá conta do recado!

Muita prosa e muita rima
nas frases de teus verso
Assistiu eu e a menina
Não esquecemo do dialeto
que aqui fora dito
nunca mais sera esquecido
O que fizeras aqui

Pior de tudo
é que tentei improvisar
Acabei me machucando
por arranhado ta
e escrevi isso ai
pra vê se ia gostar.

Fernando. O do Notebook!