segunda-feira, 21 de abril de 2014

Estrela do Céu (reza)

A "Maria Hermética dos Filósofos", da História da Magia, de Eliphas Levi.

Estrela do Céu, que criou o Senhor, que afugentou a peste da morte, que plantou o primeiro pai do gênero humano, esta mesma Estrela permita agora abrandar as más estrelas, cuja guerra mata o povo com ferida de morte cruel. 

Ó piedosíssima Estrela do Mar, livrai-nos da morte e da aflição e ouvi-nos, Senhor, já que Vosso Filho nada vos nega, antes vos honra. 

Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos de alcançar as promessas de Cristo.

Oremos: Deus de Amor, Deus de Perdão, Deus de Misericórdia!

Ó Senhor nosso, vós que vos compadecestes da morte e da aflição e dissestes ao anjo que feria: “Refere a tua mão por amor daquela estrela tão preciosa”. Jesus, salvai-nos, que em tão doces peitos mamastes, contrição dos meus pecados, consolo e auxílio da Vossa Divina Graça, para que possamos ser salvos de todas as pestes, moléstias, males e perigos que improvisam a morte de condenação eterna. 

Por todos os séculos, dos séculos, amém.



Nota: a versão aqui reproduzida, lembrada por meu pai, Valdi Fernandes Farias, é a mesma que minha avó, Luzia Josefina (1910-1983), rezava em ocasiões especiais, como convém a toda a reza forte. O professor José Joaquim Dias Marques, da Universidade do Algarve, Campus de Gambelas, Faro, Portugal, localizou a versão em latim, composta em quadras (esquema ABAB) neste link, à página 378. Trata-se do Vetus hymnarium ecclesiasticum Hungariae (1893), de zsef Karóly Dankó. No Youtube, é possível ouvir-se o motete de J.M. Kraus (1756-1792), que traz a mesma versão em latim da oração que corre os sertões do Brasil. 


4 comentários:

Rogério Soares disse...


Rogar aos santos a intercessão divina contra os males que afligem o povo, parece ser prática frequente nas comunidades menos favorecidas de todo o Brasil. Sem auxilio terrestre o povo se socorre no único recurso disponível ao seu alcance, Deus e os Santos. Roga-se a tudo. Contra as pragas que assolam a lavoura. Contra os temores noturnos. Contra as doenças. São infindáveis os males que afligem o povo. Um dos mais violentos desses males é com certeza o flagelo da seca. Há uma infinidade de orações pedindo a intercessão dos Santos junto a Deus para cessar a escassez e permitir logo que chova. Encontrei aqui em Caetité uma senhora que me narrou uma reza que era invocada sempre que o flagelo da falta d´água se tornava pesado demais para suportar.

Oração a Santa Maria Madalena.

“Santa Maria Madalena tenha dó dos inocentes, não deixa morrer de fome, não deixa morrer de sede. Chuva por esmola, pão que nos consola, sol que alumeia. Santa Maria rogai por nós.”

Não consegui entender por que a súplica era à Santa Maria Madalena e não a São Pedro, reconhecido padroeiro das águas. Li a Legenda Aurea de Jacopo de Varazze o verbete sobre a Santa M. Madalena. Não encontrei nenhuma relação direta entre ela e o auxílio aos flagelados da seca. Havia porém uma menção ao auxilio de Maria Madalena na gravidez de uma rainha que não podia ter filho.

Lucianomariano disse...

Que belíssima surpresa encontrar essa oração e os demais links! Parabéns pelo valoroso trabalho!

Zelya Alyne disse...

Simpatia dos Grãos de Arroz

Na manha de quarta-feira pegue meio copo de água e coloque dentro dele o numero de grãos de arroz que corresponde a quantidade de quilos que você deseja perder. É preciso ter cuidado e não exagerar colocando mais grãos do que seria o ideal uma vez que os quilos que você perder não poderá mais recuperar. Quando chegar a noite beba a água, mas deixe os grãos de arroz no copo e novamente coloque água pelo meio do copo. Quinta de manhã em jejum beba novamente a água, deixe os grãos e novamente acrescente água até o meio do copo e finalmente sexta-feira pela manhã beba a água com os grão de arroz junto.

Observações:

Durante todo o processo não troque de copo, mantenha sempre o mesmo.
Como a simpatia é infalível não faça regime junto
Veja bem os quilos que deseja perder e tire o mesmo numero em copias da simpatia
Comece na quarta-feira após ter distribuído todas as cópias
Mande publicar na mesma semana

laiany Karollyny disse...

Como assim mandar publicar na mesma semana? Entregar as copias as pessoas ' isso? Não entendi a última parte da simpatia